Social Representation of Nursing care in Mental Health: qualitative study

Jaqueline Queiroz de Macedo, Maria de Fatima Araújo Silveira, Maria do Carmo Eulálio, Maria Nazaré O. Fraga, Violante Augusta Batista Braga

Abstract


<!--[endif]--><!--[endif]-->

Keywords


Nursing; Mental health; Nursing Care; Nursing Student

Full Text:

HTML

References


Souza ACC, Filha MJMM, Silva LF, Monteiro ARF, Fialho AVM. Formação do enfermeiro para o cuidado: reflexões da prática profissional. Rev Bras Enferm. 2006 nov-dez; 59 (6): 805-7.

Rocha RM. O enfermeiro na equipe interdisciplinar do Centro de Atenção Psicossocial e as possibilidades de cuidar. Texto contexto - enferm.. 2005 jul-set; 14(3):350-7.

Campos RO. Reflexões sobre o conceito de humanização em saúde. Saúde em Debate. 2003 mai-ago; 27(64): 123-30.

Dimenstein MA. Reorientação da atenção em saúde mental: sobre a qualidade e humanização da assistência. Psicol. cienc. prof.. 2004 dez; 24 (4): 112-7.

Saraceno B. Reabilitação Psicossocial: uma estratégia para a passagem do Milênio. In: Pitta AMF (org). Reabilitação Psicossocial. 2ed. São Paulo: Hucitec; 2001. p. 13-8.

Moscovici S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis: Vozes; 2003.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2002.

Brasil. Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização: documento base para gestores e trabalhadores do SUS/Ministério da Saúde. Brasília, 2004.

Reis AOA, Marazina IV, Gallo PR. A humanização na saúde como instância libertadora. Saúde soc.. 2004 dez; 13 (3): 36-43.

Stefanelli, MC; Fukuda, IMK; Arantes, EV. Enfermagem psiquiátrica em suas dimensões assistenciais. Barueri: Manole; 2008.

Pedrão LJ, Avanci RC, Malaguti SE, Aguilera MAS. Atitudes frente a doença mental: estudo comparativo entre ingressantes e formandos em Enfermagem. Medicina. 2003 jan-mar; 36: 37-44.

Campoy M A, Merighi MAB, Stefanelli MC. O ensino de Enfermagem em saúde mental e psiquiátrica: visão do professor e do aluno na perspectiva da fenomenologia social. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2005; 13 (2).

Happel B. Influencing undergraduate Nursing students’ attitudes toward Mental Health Nursing: acknowledging the role of theory. Issus in mental health nursing. 2009; 30 (1): 39-46.

Backes DS, Erdmann AL. Formação do enfermeiro pelo olhar do empreendedorismo social. Rev Gaúcha Enferm. 2009 jun; 30(2): 242-8.

Livsey KR. Structural Empowerment and Professional Nursing Practice Behaviors of Baccalaureate Nursing Students in Clinical Learning Environments. International Journal of Nursing Educcation Scholarship [periódico na internet]. 2009 [acesso em abril de 2010]; 6(1). Disponível em: http://www.bepress.com/ijnes/vol6/iss1/art7

Nunes M, Jucá VJ, Valentim CPB. Ações de saúde mental no Programa Saúde da Família: confluências e dissonâncias das práticas com os princípios das reformas psiquiátrica e sanitária. Cad. saúde pública. 2007 Out; 23(10): 2375-84.

Oliveira AGB, Alessi NP. O trabalho de enfermagem em saúde mental: contradições e potencialidade atuais. Rev. Latino-am Enferm. 2003 mai-jun; 11 (3): 333-40.

Moraes LMP, Lopes MVO, Braga VAB. Componentes funcionais da teoria de Peplau e sua confluência com o referencial de grupo. Acta paul. enferm. 2006 Jun; 19(2): 228-33.

Miranda M, Santos MLSC. Nursing care in the attention psychosocial’s center (CAPS) – a descriptive study. Online Braz J Nurs (online). 2009; 8(2). Available from: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/j.1676-4285.2009.2393/html_15

Coimbra VCC, Guimarães J, Silva MCF, Kantorski LP, Scatena MCM. Reabilitação Psicossocial e família: considerações sobre a reestruturação da assistência psiquiátrica no Brasil. Rev. Eletr. Enf.[periódico de internet]; 2005 [ acesso em abr de 2010]; 7 (1):99-104. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista




DOI: https://doi.org/10.5935/1676-4285.20103139