Online braz j nurs
Center of Psychosocial Attention (CAPS): worker’s mental health
Centro de Atenção Psicossocial (CAPS): Saúde Mental do Trabalhador

Cecília Helena Glanzner*, Prof. Dra. Agnes Olschowsky*, Prof. Dra. Luciane Prado Kantorski**

* Universidade Federal do Rio Grande do Sul, RS   ** Universidade Federal de Pelotas, RS

 

Situação problema e sua significância: A atividade profissional é muito importante para o ser humano porque é uma forma de inserção social, de status, de interação entre indivíduo, cultura e sociedade. Pode levar ao prazer, ao crescimento profissional e a satisfação do trabalhador, como também gerar sofrimento e adoecimento psíquico. O trabalho em saúde é entendido como coletivo, buscando prestar assistência ao indivíduo, família e comunidade. Esse processo é permeado de ações técnicas e interpessoais, podendo caracterizar-se como novos riscos à saúde do trabalhador, conceito que é construído socialmente, no qual cada pessoa reconhece os riscos aos quais está exposta, considerando o contexto que se insere1. Frente ao exposto, a saúde mental do trabalhador está relacionada para além do preparo técnico e do conhecimento, mas para o campo das relações, na qual é preciso entender o trabalho como dinâmico, que se transforma de acordo com as necessidades dos diferentes atores envolvidos no processo. O trabalho vai expressar interesses e desejos individuais associado aos institucionais. Desse modo, as instituições devem buscar estratégias que promovam o prazer no trabalho, favorecendo ações de escuta e troca que podem repercutir na construção de um clima positivo no trabalho e na saúde mental do trabalhador.

Nesse estudo será utilizado o referencial de Dejours(1992), que afirma que a psicopatologia do trabalho está preparada para discutir o papel da subjetividade na determinação do comportamento humano. Essa abordagem privilegia a melhor compreensão das estratégias e dos mecanismos defensivos estruturados pelos próprios trabalhadores, tomando como objeto central de análise a organização do trabalho e seus desdobramentos na condução do indivíduo ao prazer ou ao sofrimento2. Direcionamos a temática desta pesquisa para a saúde mental do trabalhador de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), pois esse profissional frente às transformações do modelo de atenção da área tem se constituído no confronto do discurso da Reforma Psiquiátrica que defende um deslocamento do saber médico-psiquiátrico para a interdisciplinaridade, da noção de doença para saúde, dos muros dos hospitais psiquiátricos para a circulação para a cidade, do doente mental para o indivíduo com sofrimento psíquico, do incapaz tutelado para o cidadão3. Esse embate pode caracterizar-se como fatores estressantes do trabalho nas equipes de saúde mental. 

Questão norteadora e objetivos: Fale sobre o sofrimento no trabalho. Como você lida com isso? O estudo tem como objetivo avaliar as estratégias utilizadas pela equipe de saúde de um CAPS na promoção da saúde mental do trabalhador.  

Metodologia: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa do tipo estudo de caso, utilizando a metodologia de Avaliação de Quarta Geração proposta por Guba e Lincoln, uma avaliação responsiva, baseada no referencial construtivista, caracterizando-se como um processo interativo e de negociação que envolve grupos de interesse, que determinam quais as questões que são colocadas e quais as informações que são buscadas4. O estudo foi realizado em um CAPS localizado na cidade de Foz do Iguaçu no Paraná. A uma escolha foi intencional relacionada com a pesquisa Avaliação dos Centros de Atenção Psicossocial da Região Sul do Brasil.

No estudo foram incluídos todos os trabalhadores que constituem a equipe multiprofissional do CAPS, com vínculo empregatício no momento da coleta de dados. Na coleta de dados foi utilizada a observação do campo e entrevistas individuais com equipe de trabalhadores do CAPS. Ao término das entrevistas foi feito um agrupamento das principais questões que apareceram para executar a negociação, considerando o processo construtivista participativo. Para tratamento das informações obtidas, após a organização das anotações de campo e transcrições das entrevistas, prevê-se a utilização da técnica de Análise de Temática.O projeto foi encaminhado e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.  

BIBLIOGRAFIA 

1 Soares JFS, Cezar-Vaz MR. Hazards to worker’s health: a literature review. Online Braz J Nurs [ISSN 1676-4285] 2006 [cited 2007 May 25]; 5(3). Available from: http://www.uff.br/objnursing/index.php/nursing/article/view/510  

2 Dejours C, Abdoucheli E, Jayet C. Psicodinâmica do trabalho: contribuições da escola dejouriana à análise da relação prazer, sofrimento e trabalho. São Paulo (SP): Atlas; 1994. 

3 Ramminger T. Trabalhadores de saúde mental: reforma psiquiátrica, saúde do trabalhador e modos de subjetivação nos serviços de saúde mental. Santa Cruz do Sul (RS): EDUNISC; 2006. 

4 Guba Egon G, Liconln Yvonna S. Effective evaluation. San Francisco (CA): Jossey-Bass; 1989.

 

 

- DADOS DO PROJETO:

Projeto de dissertação de mestrado do Programa de Pós Graduação da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul aprovado em 31/10/2006 pela banca composta por Prof. Dra. Cristine Wetzel, Prof. Dr. Jacó Schneider e Prof. Dra. Luciane Prado Kantorski.

- PROJETO APROVADO NO COMITÊ DE ÉTICA E PESQUISA DA UFRGS COM NÚMERO 2006629

- APOIO FINANCEIRO À PESQUISA: Ministério da Saúde e CNPq para a coleta de dados

- ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: AV. Assis Chateaubriand 234/301, Parque São Sebastião, Porto Alegre, RS, CEP 91060-440. ceciliaglanzner@hotmail.com e agnes@portoweb.com.br                                                                                            

Received Aug 16th, 2007
 Accept Aug 25th 2007

 





 

The articles published in Online Brazilian Journal of Nursing are indexed, classified, linked, or summarized by:

 

Affiliated to:

Sources of Support:

 

The OBJN is linked also to the main Universities Libraries around the world.

Online Brazilian Journal of Nursing. ISSN: 1676-4285

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons:Noncommercial-No Derivative Works License.