Cover Image

Opinions of members of travel agencies about the prevention actions to STD/AIDS to the tourists

Karine Zamara Lopes, Creso Machado Lopes, Alessandra David Moreira da Costa

Abstract


The study 30 close to subject of travel agencies of Ribeirão Preto – SP, with the objective of verifying the opinion of the prevention actions to DSTs / HIV e SIDA to the tourists, where 82.0% were in the 20-39 year-old age group, 41.1% had of 1-5 years of service and 87.4% possessed of the third incomplete degree to the complete. He stands up out the 88.6% that mentioned DSTs as being acquired for sexual act, being the sida, gonorrhea and syphilis the more mentioned. As prevention measure was mentioned the preservative use by 65.8%, while 94.8% didin´t receive any type of information on DSTs in areas of tourism and nor they develop this prevention type with the tourists.


Keywords


Sexuality; Sex Education; Sexually Transmitted Diseases

References


Barretto M. Manual de iniciação ao estudo do turismo. Campinas: Papirus; 1997.

Beni MC. Análise estrutural do turismo. Sâo Paulo. SENAC, 1998.

Ministério da Saúde (Brasil). Secretaria de Políticas de Saúde. Coordenação Nacional de DST e Aids. Manual de orientação básica para equipe de enfermagem; prevenção do hiv e assistência à pessoas portadoras do hiv e de aids. Brasília. 1995.

Ministério da Saúde (Brasil). Secretaria de Projetos Especiais de Saúde. Coordenação de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids. Manual de controle das doenças sexualmente transmissíveis. Brasília: Ministério da Saúde; 1997.

Ministério da Saúde (Brasil). Secretaria de Políticas de Saúde. Coordenação Nacional de DST e Aids. Aids no Brasil: um esforço Conjunto governo-sociedade. Brasília, jul., 1998

Ministério da Saúde (Brasil). Boletim Epidemiológico / AIDS. Brasília. Semana Epidemiológica.09 a 21. Março a Maio de 1999.

Gir E, Moriya T, Figueiredo MAC. Práticas sexuais e a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana. A B. Goiânia: Editora Goiânia; 1994.

Gir E, et al. Medidas preventivas contra a aids e outras doenças sexualmente transmissíveis conhecidas por universitários da área da saúde. Rev. latino-am.enfermagem. v.7, n.1, p.11-17, 1999.

Governo Do Estado De São Paulo (Brasil). Atualidades em Aids. Redução de danos. 1988 Jul;. 1 (5).

Oliveira ARD. Doenças sexualmente transmissíveis: educar para prevenir. Biologia e Saúde. Rio de Janeiro: [ s.e. ] 1997.

Oliveira MAFC, Bueno SMV. Comunicação educativa do enfermeiro na promoção da saúde sexual do escolar. Rev.latino-am.enfermagem. 1997; 5(3): p:71-81.

Schmumis GA, Corber SJ. Tourism and emerging and re-emerging infections diseases in the Americas: why physicians must remember for patient diagnosis and care Braz. J. Infect. Dis.1999 Apr; 3(2):31-49.

Universidade Federal Da Bahia. Centro de Estudos e Terapia do Abuso deDrogas. Programa de Redução de Danos. Textos orientados para assistência à saúde entre usuários de drogas. Salvador. 1998.




DOI: https://doi.org/10.17665/1676-4285.20024801