4492 pt

NOTAS PRVIAS

 

Educação permanente - práxis numa unidade de saúde da família: estudo descritivo

 

 

Vinícius de Figueiredo Lopes1, Marilda Andrade1

1Universidade Federal Fluminense

 

 


RESUMO
Objetivo central: Conhecer a potencialidade para o processo de Educação Permanente em Saúde (EPS) de equipes de saúde da família.
Método: Estudo descritivo de abordagem qualitativa, com a proposta de pesquisa ação. Os dados serão coletados entre novembro de 2013 e fevereiro de 2014, por meio de entrevistas semiestruturadas. Tratar-se-á os dados por meio de análise do discurso do sujeito coletivo de Lefevre e Lefevre. Os sujeitos serão profissionais de saúde das equipes de saúde da família Pilar III, IV e V do município de Duque de Caxias, RJ. Posteriormente, será elaborado, coletivamente, um plano de intervenção para reestruturação da EPS. Espera-se que o estudo possa contribuir para melhorar a EPS neste local e com isso, contribuir para uma assistência melhor ao usuário.
Descritores: Programa Saúde da Família; Educação Continuada; Enfermagem; Educação em Saúde.


 

 

SITUAÇÃO PROBLEMA E SUA SIGNIFICÂNCIA

A Estratégia Saúde da Família (ESF) foi criada em 1994, com o objetivo de reorganizar a prática de atenção à saúde. Nela são desenvolvidas atividades de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde. A lógica de trabalho na ESF está baseada na atuação em uma área delimitada considerando os seguintes aspectos: trabalho em tempo integral e em equipe, incorporação da participação comunitária, possibilidade de incorporação e atuação com a dimensão psicoafetiva e social na prática de uma nova ética, preocupação com os moradores da comunidade(1).

As atividades educativas dentro da ESF são de fundamental importância para o desenvolvimento do trabalho dos profissionais envolvidos. Desta forma, cabe diferenciar a educação continuada (EC) da educação permanente em saúde (EPS). A EC se caracteriza pela atualização de conhecimentos, quase sempre com enfoque disciplinar e baseando-se na pedagogia da transmissão de conhecimentos. Neste modelo, ainda que se alcance aprendizagens individuais, estas se dão por meio da capacitação voltada normalmente para determinada categoria profissional com temas e conteúdos escolhidos de forma vertical(2). A EPS busca alternativas e soluções para os problemas de saúde reais vivenciados pelos usuários do setor. Deve ser entendida como um fator que influenciará no processo de reflexão e transformação das práticas vigentes no Sistema Único de Saúde (SUS), para que os profissionais possam enfrentar a realidade, mediante complementação e/ou aquisição de novos saberes(3).

O objeto deste estudo será a avaliação e restruturação da EPS nas ESF Pilar III, IV e V do município de Duque de Caxias, RJ.
A motivação para este estudo emergiu da trajetória do pesquisador como enfermeiro do SUS, no município de Duque de Caxias, RJ, onde, pôde evidenciar, durante cinco anos, a dificuldade dos profissionais em dominar e aplicar o conceito da EPS.

Para ter saúde é preciso ter acesso às ações e aos serviços de cuidado com profissionais sensibilizados e qualificados. Com isso, não se pode pensar em reorganizar as práticas de atenção à saúde sem investir numa nova política de formação e num processo permanente de educação dos recursos humanos.

 

QUESTÃO NORTEADORA

Como a EPS pode potencializar o processo de trabalho das equipes de saúde da família/profissionais?

 

OBJETIVOS

Conhecer a potencialidade para o processo de EPS de equipes de saúde da família; Descrever como os profissionais da ESF definem EPS; Identificar o perfil social e econômico dos profissionais da ESF; Discutir participativamente possíveis facilidades/dificuldades para a implantação/manutenção da EPS nas equipes de saúde da família; Elaborar um plano de intervenção com a participação dos profissionais da ESF que busque melhorar a dinâmica de EPS.

 

PRESSUPOSTO

A EPS é uma estratégia pedagógica que pode facilitar ações transformadoras nas realidades locais, desde que, esteja estruturada e seja realizada de forma adequada. Partindo deste principio, a melhor estruturação e execução das ações de EPS podem trazer benefícios para os profissionais, população e o processo de trabalho.

 

MÉTODO

O presente estudo possui natureza descritiva, com abordagem qualitativa, com a proposta de pesquisa ação. O período de coleta de dados previsto é de novembro de 2013 a fevereiro de 2014, a ser desenvolvida por meio da análise das práticas de EPS executadas nas equipes de saúde da família Pilar III, IV e V do município de Duque de Caxias, RJ. Os dados serão coletados a partir de duas técnicas de pesquisa: a) entrevistas semiestruturadas e; b) elaboração coletiva de um plano de intervenção para restruturação da EPS nas unidades de saúde da família.

A população será constituída por 27 profissionais de saúde, incluindo médicos, enfermeiros, dentistas, técnicos de enfermagem, assistente de consultório dentário e agentes comunitários de saúde. O critério de inclusão determina que o profissional deva trabalhar em ao menos uma das unidades estudadas. Serão excluídos aqueles que trabalham na ESF há menos de um ano.  

Os dados serão tratados por análise do discurso do sujeito coletivo de Lefevre e Lefevre. Os aspectos éticos deste projeto atenderão à Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde no tocante às Diretrizes e Normas Regulamentadoras de Pesquisas Envolvendo Seres Humanos. Obteve-se aprovação da Secretaria Municipal de Duque de Caxias, RJ por meio de termo de liberação para a execução do estudo e está em apreciação pelo Comitê de Ética e Pesquisa do Hospital Antônio Pedro.

 

REFERÊNCIAS

1.Costa V, Cezar-Vaz MR, Cardoso L, Soarez JF. Educação permanente no Programa Saúde da Família: um estudo qualitativo. Invest educ enferm. 2010; 28(3):336-44.

2.Godinho JSL, Tavares CMM. The Permanent Education in Intensive Care Units: a review article. Online braz j nurs [ Internet ]. 2009 June [ Cited 2013 Aug 26 ] 8 (2): [ about 3 p. ]. Available from:http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/2288. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1676-4285.20092288

3.Sardinha PL, Cuzatis GL, Dutra DCT, Tavares CMDM, Dantas CAC, Antunes CE. Educação permanente, continuada e em serviço: desvendando seus conceitos. Enferm glob [ Internet ]. 2013 [ cited 2013 Ago 23 ] 12(29):307-22. Available from: http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S169561412013000100017&lng=es

 

 

DADOS DO PROJETO
Projeto de dissertação do Programa de Mestrado Profissional em Ensino na Saúde da UFF.
Orientadora: Marilda Andrade

 

 

Recebido: 24/08/2013
Revisado: 10/09/2013
Aprovado: 12/09/2013