v11n2a10s1por-3864

NOTAS PRÉVIAS

 

Risco de quedas em idosos institucionalizados: um estudo descritivo correlacional

 

 

Wagner Oliveira Batista1; Fabio Dutra Pereira2; Rosimere Ferreira Santana1; Luis Aureliano Imbiriba Silva3; Jonas Lirio Gurgel1; Edmundo de Drummond Alves Junior1 
1Universidade Federal Fluminense
2Universidade Castelo Branco
3Universidade Federal do Rio de Janeiro

 


RESUMO
Objetivo: Descrever e analisar as associações do tempo de institucionalização em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) sobre o equilíbrio e o risco de quedas nessa população.
Método: Estudo descritivo correlacional. As variáveis dependentes serão mensuradas por meio de escalas de equilíbrio e por estabilometria. O censo será constituído por toda população institucionalizada em ILPIs no município de Três Rios (RJ), entre os meses de setembro de 2011 e março de 2012. O tratamento dos dados inclui o teste de Kolmogorov-Smirnov para verificar a distribuição. Aos dados que se apresentem normalmente distribuídos serão realizados os testes de correlação de Pearson e análise de variância para um fator, para fazer comparação intergrupos e intrasubgrupos. Caso não apresentem a distribuição gaussiana, serão empregados os respectivos testes não paramétricos. O nível de significância empregado será de 5%. Para análise estatística será adotado o software BioEstat 5.0.

Palavras-chave: acidentes por quedas; equilíbrio postural; instituição de longa permanência para idosos.


 

 

INTRODUÇÃO
O fenômeno do envelhecimento populacional recebe influências das mais diversas, tais como: a diminuição da taxa de fecundidade; o aumento da expectativa de vida e; a substituição das doenças infectocontagiosas por crônico-degenerativas. Estes fatores contribuem para a alteração nos cenários demográficos e epidemiológicos no Brasil(1). O declínio fisiológico-funcional, mesmo considerado dentro da normalidade no processo do envelhecimento, traz um novo desafio para a saúde pública e deve ter como finalidade a preservação da qualidade de vida dos idosos que vêm alcançando maior tempo de vida(1). Dentre as características do declínio das capacidades fisiológicas está a do equilíbrio, que se baseia na interação de inputs sensoriais e repostas motoras. A literatura sugere que nos idosos o controle da postura seja menos eficiente favorecendo, assim, maior probabilidade de quedas(2) . No contexto contemporâneo, é necessário que o conhecimento sobre as necessidades desta população idosa esteja adequado às suas demandas. Dentro desta expectativa é perceptível o aumento do número de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs)(1). Com a possibilidade de institucionalização, acompanha-se uma diminuição das capacidades cognitivas, físicas e funcionais do idoso, quando comparada com aquele que vive em comunidade. É visto que muitos destes idosos são institucionalizados ainda com bons níveis de autonomia e isto faz com que eles declinem com maior velocidade do que os idosos não institucionalizados, verificando maior probabilidade de quedas.

 

OBJETIVOS
Geral: descrever e analisar as associações do tempo de institucionalização com o risco de quedas, por meio da mensuração do equilíbrio de idosos residentes em ILPIs.
Especifico1: correlacionar o tempo de institucionalização com o equilíbrio e o risco de quedas de idosos.
Especifico2: comparar o equilíbrio e o risco de quedas intrasubgrupos e intergrupos de idosos.

 

MÉTODO
Trata-se de uma pesquisa descritiva - analítica - correlacional de delineamento transversal(3) , da influência do tempo de institucionalização em ILPI sobre o equilíbrio e o risco de quedas, mensurada através de escalas de equilíbrio e por establiometria em idosos, além de comparativos intra-subgrupos e intergrupos de idosos residentes nas ILPIs no município de Três Rios/RJ. A amostra será constituída por idosos residentes nas ILPIs do município de Três Rios/RJ, selecionados de forma não probabilística, atendendo aos critérios de elegibilidade. Após serem selecionados, os idosos serão submetidos à avaliação do equilíbrio através do método Berg Balance Escale e por analise estabilométrica, mensurada através da variação do Centro de Pressão em uma plataforma de força. O presente projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Antônio Pedro, sob o parecer n° CAAE: 0375.0.258.000-11. A amostra será estratificada e homogeneizada por sexo, faixa etária e tempo de institucionalização conforme demonstram os quadros 1 e 2.






 

TRATAMENTO DOS DADOS
Os dados serão tabulados e armazenados no software Office Excel 2010 e o tratamento estatístico através do software BioEstat 5.0. Será realizada a análise de distribuição por meio do teste Kolmogorov-Smirnov, caso os dados tenham distribuição gaussiana serão realizados os testes de correlação de Pearson para as variáveis dependentes e independentes, e ANOVA para fazer comparação intergrupos e intrasubgrupos. Caso não apresentem a distribuição próxima da normalidade, serão empregados os respectivos testes não paramétricos. Será adotado o α = 0,05.

 

RESULTADOS ESPERADOS
É esperado que sejam confirmadas as hipóteses teóricas, mostrando que o tempo de institucionalização em ILPIs seja um fator de maior relevância para o equilíbrio do que a idade cronológica desta população.

 

REFERÊNCIAS

1.Chaimowicz F. A saúde dos idosos brasileiros às vésperas do século XXI: problemas, projeções e alternativas. Rev. Saúde Pública [ serial on the Internet ]. 1997 Apr [ cited 2011 Mar 02 ] 31(2): 184-200. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101997000200014&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101997000200014

2.Berg KO, Wood-Dauphinée S, Williams JI e Maki B. Measuring balance in the elderly: validation of an instrument. Canadian Journal of Public Health, 83 (Suppl 2):S7-S11,1992.

3.Lima DVM. Desenhos de pesquisa: uma contribuição ao autor. Online braz. J. nurs. (Online);10(2) abr-ago. 2011. Citado em 10 de março de 2012. Disponível em http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/3648

 

 

Dados do projeto: Projeto de Dissertação do Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa/UFF, aprovado em 25/out/2011, por banca composta pelos seguintes professores doutores: Edmundo de Drummond Alves Junior/UFF (orientador-presidente), Luís Aureliano Imbiriba Silva /UFRJ (1º examinador), Rosimere Ferreira Santana /UFF (2º examinador).

Recebido:11/04/2012
Aprovado:11/09/2012

Comments on this article

View all comments