Cover Image

Prenatal care in the municipality of quixadá: a descriptive study

Maria Eudênia Oliveira Barros, Luisa Helena de Oliveira Lima, Eucilene Kássya Barros de Oliveira

Abstract


Introduction: Prenatal care is essential to promote the health/well-being of the mother and the conceptus. Aim: The objective was to assess the prenatal care offered in the Basic Health Units in the city of Quixadá. Methods: A descriptive study was carried out on 73 women participants. A form was used to collect data. Results: Prenatal consultations involve the basic procedures related to pregnancy only. There is a deficiency in respect of health education, as 82.2 percent of the participants said they had never participated in such activity. The main laboratory tests recommended by the Ministry of Health (MH) were ordered for the pregnant women. By analyzing the prenatal cards and forms, it was found that 100 percent were incomplete or outdated. Conclusion: The study showed that the prenatal care offered to pregnant women is below the standards set by the MH, which affects the quality of care.


Keywords


Prenatal Care; Pregnant Women; Nursing.

References


Nascimento ER, Rodrigues QP, Almeida MS. Indicadores de qualidade da assistência pré-natal em Salvador-Bahia. Acta Paul Enferm, 2007;20(3):311-5.

Brasil, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Gestão de Políticas Estratégicas. Assistência pré-natal: manual técnico. 3 edição: Ministério da Saúde, 2000.

Brasil, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Área Técnica de Saúde da Mulher. Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada à mulher. Brasília: Ministério da Saúde, 2001.

Barbosa M. Fernandes R. Evaluation of prenatal care in low risk pregnancies- a descriptive exploratory study Online Brazilian Journal of Nursing [serial on the Internet]. 2008 October 9; [Cited 2011 July 3]; 7(3):[about ## p.]. Available from: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/1861.

Serruya SJ, Secatti JG, Lago TG. O programa de humanização do pré-natal e nascimento do Ministério da Saúde no Brasil: resultados iniciais. Cad. Saúde Pública 2004; 20(5):1281-9.

Ceará, Secretaria Estadual de Saúde. Secretaria de Planejamento e Gestão. Coordenadoria de Planejamento, Orçamento e Gestão. Gestão Pública por Resultados (GPR): Relatório de Desempenho Setorial (RDS 2011). Ceará: Secretaria Estadual de Saúde, 2012, 27p.

Luiz RR, Magnanini MMF. O tamanho da amostra em investigações epidemiológicas. In: Medronho A. et al. Epidemiologia. São Paulo: Atheneu, 2006. p. 295-307.

Bergamasco RB, Gualda DMR, Okazaki ELJ. A construção de indicadores e elaboração de instrumentos de avaliação da assistência à gestante. In: Cianciarullo TI, Silva GTR, Cunha ICKO. (org.) Uma nova estratégia em foco: o programa de saúde da família - identificando as suas características no cenário do SUS. São Paulo: Ícone, 2005.

Brasil, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Pré-natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

Vigo KO, Pace AE, Santos CB. Análise retrospectiva dos registros de enfermagem em uma unidade especializada. Rev Latino-am Enfermagem, 2003; 11(2): 184-91.




DOI: https://doi.org/10.5935/1676-4285.20120029