Relações Interpessoais nas Representações Sociais do Cuidado de Enfermagem Prestado à Clientela Soropositiva ao HIV

Relações Interpessoais nas Representações Sociais do Cuidado de Enfermagem Prestado à Clientela Soropositiva ao HIV

 

Gláucia Alexandre Formozo1, Denize Cristina de Oliveira2.

 

1,2 Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil

 

RESUMO

Trata-se de nota prévia de tese de doutorado que objetiva analisar os componentes das relações interpessoais presentes nas representações sociais de profissionais de enfermagem acerca do cuidado de enfermagem prestado ao cliente soropositivo ao HIV. A tese consistirá em estudo exploratório-descritivo, pautado na abordagem qualitativa e na Teoria das Representações Sociais, tendo como cenário um hospital público universitário da cidade do Rio de Janeiro e como sujeitos profissionais de enfermagem que cuidam de clientes soropositivos ao HIV. A coleta de dados dar-se-á através de formulário de dados sócio-econômico-profissionais e roteiro semi-estruturado de entrevista. A análise será realizada, inicialmente, por meio do software ALCESTE 4.10 a fim de rastrear as temáticas e conteúdos estruturantes e, posteriormente, será realizada análise de conteúdo temática das classes emergidas visando caracterizar os componentes das relações interpessoais e os perfis representacionais.

Descritores: Cuidado de enfermagem; Relações interpessoais; Representações sociais.

 

INTRODUÇÃO

O cuidado de enfermagem engloba ações técnicas e relacionais e não deve se limitar à realização de procedimentos técnicos, mas também englobar a proximidade com o ser cuidado1. Neste contexto, os profissionais de enfermagem utilizam, frequentemente, as relações interpessoais como ferramenta de trabalho e são exigidos a desenvolver habilidades sociais que dêem suporte a esses processos de interação. E, o pouco desenvolvimento das habilidades sociais por parte dos profissionais e dos clientes pode acarretar conflitos sociais entre estes sujeitos e prejudicar o cuidar.

Portanto, percebe-se a grande importância que as habilidades sociais representam para a concretização do cuidado de enfermagem, uma vez que se referem à existência de diferentes classes de comportamentos sociais apreendidos, conforme parâmetros típicos de cada contexto e cultura, necessários para conviver com as demandas colocadas pelas situações interpessoais impostas pela sociedade na qual a pessoa se insere2.

Especificamente no que tange o cuidado de enfermagem prestado à clientela soropositiva ao HIV, deve-se atentar para as particularidades que esta carrega por envolver na constituição psicossocial preconceitos e discriminação sobre a doença e seus atingidos3. Isto por compreender que as representações sociais construídas podem direcionar as práticas adotadas.

Entendendo que as representações sociais consistem em uma forma de conhecimento, socialmente elaborada e partilhada, que concorre para a construção de uma realidade comum a um conjunto social4, vislumbra-se que as representações sociais sobre o cuidado de enfermagem prestado a clientela soropositiva ao HIV podem determinar a ativação de componentes das relações interpessoais específicos, determinando diferentes perfis deste cuidado.

Desta forma, têm-se como objetivo geral: analisar os componentes das relações interpessoais presentes nas representações sociais de profissionais de enfermagem acerca do cuidado de enfermagem prestado ao cliente soropositivo ao HIV. E como objetivos específicos: caracterizar os componentes das relações interpessoais presentes nas representações sociais de profissionais de enfermagem acerca do cuidado prestado à clientela soropositiva ao HIV; identificar os diferentes perfis do cuidado de enfermagem a partir dos diferentes componentes das relações interpessoais utilizados; e comparar os perfis de cuidado de enfermagem em função das categorias profissionais.

 

METODOLOGIA

Com o propósito de alcançar os objetivos almejados, realizar-se-á um estudo exploratório-descritivo, pautado na abordagem qualitativa e na Teoria das Representações Sociais.

O cenário do estudo será um hospital público universitário localizado na cidade do Rio de Janeiro, que consiste em um Serviço de Assistência Especializada (SAE) em HIV/AIDS. Os sujeitos da pesquisa serão 20 auxiliares de enfermagem e 20 enfermeiros que cuidem ou já tenham cuidado de clientes que vivem com o HIV/AIDS.

Para a coleta de dados serão utilizados um formulário de caracterização com variáveis sócio-econômico-profissionais dos sujeitos e um roteiro semi-estruturado de entrevista. As questões que comporão estes instrumentos foram selecionadas pelo entendimento de que possam influenciar na construção da representação social acerca do cuidado de enfermagem prestado à clientela soropositiva ao HIV, bem como nos perfis de relações interpessoais estabelecidos entre os sujeitos envolvidos nas ações deste cuidar. As entrevistas serão gravadas em formato digital MP3 e, posteriormente, transcritas.

Na análise dos dados as entrevistas serão submetidas, inicialmente, à análise lexical, por meio do software ALCESTE 4.10 (Análise Lexical por Contexto de um Conjunto de Segmentos de Texto), utilizando-se o recurso de análise tri-croisé a fim de efetuar um rastreamento das temáticas e conteúdos estruturantes do conjunto de entrevistas. E, posteriormente, a partir das classes emergidas da análise Alceste, será realizada a análise de conteúdo temática, visando caracterizar os componentes das relações interpessoais e os perfis representacionais.

Serão respeitadas todas as normas e diretrizes para a realização de pesquisas envolvendo seres humanos contidas na Resolução nº 196, de 10 de outubro de 1996, do CNS.

 

REFERÊNCIAS

1.      Waldow VR. Cuidado humano: o resgate necessário. Porto Alegre: Editora Sagra Luzzatto; 1999.

2.      Del Prette A, Del Prette ZAP. Psicologia das relações interpessoais: vivências para o trabalho em grupo. 6ª Ed. Petrópolis (RJ): Vozes; 2007.

3.      Guedes JAD, Borenstein MS, Meirelles BHS. Coping of Nursing Professionals who take care of people with Aids-an Educative-Reflective Practice. Online Brazilian Journal of Nursing, 6(2); 2007.

4.      Jodelet, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: Jodelet, D. (Org.). [tradução Lilian Ulup]. As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 17-44.

 

 

 

Dados do projeto: Projeto de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro aprovado em 04/08/2010 pela banca composta por: Profª. Drª. Eliane Mary de Oliveira Falcone; Profª. Drª. Márcia de Assunção Ferreira; Prof. Dr. Rafael Pecly Wolter; e Profª. Drª. Nébia Maria Almeida de Figueiredo.

Aprovação no CEP em 04/12/2006 No. do parecer 1575-CEP/HUPE





 

The articles published in Online Brazilian Journal of Nursing are indexed, classified, linked, or summarized by:

 

Affiliated to:

Sources of Support:

 

The OBJN is linked also to the main Universities Libraries around the world.

Online Brazilian Journal of Nursing. ISSN: 1676-4285

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons:Noncommercial-No Derivative Works License.