Programa de conservação auditiva em empresa de transporte coletivo: pesquisa de avaliação

 

Andréa Maria dos Santos Rodrigues1, Zenith Rosa Silvino2.

 

1,2 Universidade Federal Fluminense

 

Resumo

Objetivo: analisar a efetividade do programa de conservação auditiva de uma empresa de transporte coletivo do município do Rio de Janeiro. Método: Estudo observacional, longitudinal, retrospectivo com abordagem quantitativa, com. Os sujeitos da amostra serão os motoristas de ônibus admitidos nos anos de 2007, 2008 e 2009. Os dados serão coletados por meio de questionário e do cadastro audiológico existente em banco de dados. Para análise dos dados será utilizada a análise de variância para medidas repetidas e o teste de comparações múltiplas de Bonferroni, processados pelo software SAS 6.11. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal Fluminense, nº CAAE 6141.0.000.258-10.

Descritores: Efeitos do ruído; Limiar auditivo; Perda auditiva provocada por ruído.

 

Situação Problema e sua significância

A exposição ao ruído intenso tem se tornado um agente presente nos ambientes de trabalho. Algumas categorias profissionais, devido ao seu processo de trabalho, são suscetíveis a alterações no seu padrão auditivo podendo desenvolver ao longo do tempo a perda auditiva a níveis de pressão sonora elevados (PAINPSE).O conjunto de atividades que visam prevenir a perda auditiva e que pode ser definido como um processo dinâmico, o qual desenvolve atividades planejadas e coordenadas entre as áreas envolvidas em uma organização denomina-se Programa de Conservação Auditiva (PCA)(1).Apesar da exposição ao ruído ser conhecida como um agente nocivo à saúde, visto o crescimento da urbanização e industrialização, os problemas causados por este agente vem se tornando objeto de atenção da saúde pública(2). Mesmo assim, ainda é precário o interesse o conhecimento e o desenvolvimento de ações preventivas no ramo rodoviário.

 

Objetivos

Geral – analisar a efetividade do programa de conservação auditiva de uma empresa de transporte coletivo em relação à ocorrência de perda auditiva à níveis de pressão sonora elevados (PAINPSE).Específicos – descrever o Programa de Conservação Auditiva da Empresa de Transporte Coletivo; identificar a ocorrência de alteração nos limiares auditivos dos motoristas de ônibus urbano por meio de cadastro audiométrico dos exames ocupacionais e verificar o conhecimento dos motoristas de ônibus urbano em relação aos riscos de exposição ao ruído e sobre o cuidado com sua saúde auditiva.

 

METODOLOGIA

Trata-se de um estudo observacional, longitudinal, retrospectivo com abordagem quantitativa. Será realizado em uma empresa de transporte coletivo localizada no município do Rio de Janeiro. Os sujeitos da amostra serão 120 motoristas de ônibus. Critérios de inclusão: Motoristas admitidos nos anos de 2007, 2008 e 2009; motoristas que no exercício da função só dirigem o veículo não realizam a cobrança do serviço; do sexo masculino e idade inferior a 60 anos. Critérios de exclusão: Motoristas afastados pelo INSS e que foram demitidos.

A coleta dos dados constará de um formulário seguindo as recomendações mínimas para a elaboração de um Programa de Conservação Auditiva (PCA) do Comitê Nacional de Ruído e Conservação Auditiva Boletim nº 6 (1999)(3), de um questionário com perguntas relacionadas a exposição ao ruído e ao cuidado com a saúde auditiva, e por meio de cadastro audiológico dos motoristas de ônibus em banco de dados no período de três anos consecutivos, a partir da data de admissão. Para análise dos dados será utilizada Análise de Variância (ANOVA) para medidas repetidas e o teste de comparações múltiplas de Bonferroni para avaliar o comportamento dos limiares auditivos em decibel (dB). A ANOVA será usada para medidas repetidas com um fator (efeito da interação subgrupo*tempo) e o critério de determinação de significância será o nível de 5%. A análise estatística será processada pelo software SAS 6.11 (SAS Institute, Inc., Cary, NC).

 

REFERÊNCIAS

1.      Saldanha Júnior OM. Protocolo para auditoria do programa de conservação auditiva: uma proposta alinhada à legislação brasileira [Dissertação]. Belo Horizonte (MG): FEAD – Centro de Gestão Empreendedora; 2009.

2.      Oliveira EB, Lisboa MTL. The impact of noise for the nursing workers health and the work process. Brazilian Journal of Nursing [periódico online]. 2007 Out [citado 2011 Jun 01]; 6(3). Disponível em: http://www.objnursing.uff.br/index. php/nursing/article/view/j.1676-4285.2007.1237

3.      Nudelmann AA, Costa EA, Ibañez RN, Seligman J. Perda auditiva induzida pelo ruído - Volume II. 1ª ed. Rio de Janeiro: Revinter; 2001. Atualização sobre os documentos do Comitê Nacional de Ruído e Conservação Auditiva; p.225-33.

 

Dados do projeto

Projeto de dissertação do Programa de Mestrado em Ciências do Cuidado em Saúde da UFF, aprovado em 28/10/10, pela seguinte banca: Drª Zenith Rosa Silvino (Orientadora); Drª Heidi Elisabeth Baeck (1º membro); Drª Elaine Antunes Cortez (2º membro); Drª Silvana Maria Monte Coelho Frota (Suplente) e Drª Marilda Andrade (suplente). Aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal Fluminense, nº CAAE 6141.0.000.258-10.

Endereço para correspondência: Rua Gal Savaget nº136. – Marechal Hermes – RJ. CEP: 21610-390. Endereço eletrônico: andrearodriguesfono@hotmail.com

Orientadora: Profª Drª Zenith Rosa Silvino.

Apoio Financeiro à Pesquisa: REUNI. Concessão de bolsa de mestrado.